Descaso das Imobiliárias de SP

Chega um certo momento na sua vida que a única coisa que você pensa é em crescer, mudar… Assim como aqueles caramujinhos que ficam grandes demais pra sua casca, você precisa sair da sua e procurar uma maior, e por que não procurar uma grande o suficiente para dois? Bom, a idéia é perfeita, vocês planejam, fazem as contas, cortam despesas e até economizam no shampoo, na pasta de dente, comem menos e tudo mais. Afinal, vai saber como vão ser os primeiros meses da sua vida fora de casa.. O que é certo é que teremos que lavar louça, lavar roupa e dar uma geral pelo menos uma vez por semana, isso se um certo alguém não ficar alérgico e o negócio apertar!

Bom, depois de todos os planos feitos, você começa a procurar por sua casinha nova, sua conchinha. E pede ajuda a amigos, a twitteiros, brinca com a sua caixinha de papelão, o seu espacinho na ponte.. Porque você acha que vai encontrar um lugar pra morar, que vai conseguir realizar seus planos do jeito que você tinha pensado.

E daí, como se já não fosse esperado, o destino faz o favor de mudar todo o rumo das coisas. E não é por exemplo com um assalto bem na hora do depósito, ou uma briga que vá “foder” com seus planos, ou você, por um motivo absurdo e inimaginável fica impossibilitado de se mudar. O problema se encontra onde você pensava que acharia a solução… Ele se encontra nas imobiliárias.

Meus amigos são prova do quanto eu venho procurando um apartamento, em todos os sites imagináveis, ligando dezenas de vezes por dia.  E então eu pensei que havia encontrado o apartamento perfeito.

– Qual o seu nome?

– Letícia.

– E seu telefone?

– xxxx-xxxx

– Ok Letícia, assim que for possível o/a corretor/a entrará em contato com você.

(E eu na ansiedade. Horas depois decido ligar de novo. A mesma conversa. Tenho que sair. Peço pro R. tentar, a internet dele falha e ele não tem o número. Bom, o jeito é ligar amanhã bem cedinho antes de ir pra SP né.)

Dessa vez peço pra minha mãe ligar. Talvez quem atendeu pensou que era uma criança, sei lá.. A conversa toma um rumo pior.

– Quem é o responsável pelas locações?

– (parte da conversa que é do outro lado e eu, obviamente não escutei)

– Olha aqui, essa imobiliária é de fundo de quintal? Há três dias que eu ligo aí e ninguém me retorna ou se preocupa em me atender decentemente.

– blá blá blá whiskas sachê.

– Ok, vou procurar uma imobilária decente então.

– Tu tu tu…

Daí eu ligo, e falo que sou Fernanda.

A menina pergunta se prefiro deixar o telefone ou esperar.

-VOU ESPERAR.

(Algum tempo depois)

– Sara.

– Oi Sara, quem fala é a Fernanda, eu gostaria de saber do apartamento de vocês na Aclimação.

– Oi Fernanda, me passa seu telefone que a corretora te retorna.

-Ah, você não é a corretora. EU QUERO FALAR COM A CORRETORA.

(Pouco tempo depois)

– Oi, sobre esse apartamento, já foi feita uma ficha.

-Ahh claro, Talvez se vocês tivessem a dignidade de me ligar, essa ficha poderia ter sido minha. Vocês tem mais alguma coisa nesse padrão?

-Não.

-OK então muuuito obrigada (azedo)

Quando entro no site, já totalmente sem vontade de ver, com uma raiva por não ter conseguido o apartamento que eu ia chamar de MINHA CASA. Eu vejo que além desse anúncio, tinham outros anúncios da mesma imobiliária.

E sabe que conclusão que eu cheguei? Um imbecil qualquer acorda as sete pra ir trabalhar, chega as oito, oito e meia no trabalho. Passa o dia no telefone fofocando com alguma amiga gorda e sem futuro, pra chegar na hora do almoço, se matar de comer em algum por kilo vagabundo. Na parte da tarde, procura atender um ou dois clientes. Por que eu me preocuparia… eu tenho a minha casa. Não preciso me preocupar. Quem não tem casa que se vire.. Que “more debaixo da ponte”. E com suas duas, ou três vendas no mês, esse ser desumano não precisa se preocupar com mais nada. Meu salário está garantido, foda-se o resto do mundo.

Pergunta se alguma das dezenas de imobiliárias que eu liguei me retornaram… A resposta é um sonoro NÃO. E é isso que me faz desacreditar mais e mais na humanidade…

Decepcionada… muito.

http://www.adaplan.com.br/ (A da “conversa” acima)

7 thoughts on “Descaso das Imobiliárias de SP

  1. É uma pena este tipo de coisa, adoro deixar telefone e não me retornarem e o pior que é que eu não estou vendendo, ao contrário eu quero COMPRAR e mesmo assim não há interesse da outra parte.

    Depois reclamam quando as vendas vão mal…

  2. Nem me fale! No começo do ano eu tentei procurar algo pra morar…visitei alguns, mas não sei..parece que não vai, sabe? NÃO TEM. fora que os que tinham, que tinhamanuncios e etc, não me retornavam

    a mesma historia…haha, me senti você.

  3. Bom.. passei pelo mesmo sofrimento inicio do ano passado. mas imagino que esteja pior agora com a crise e talz…
    passei uma semana, visitei uns 30 apartamentos. com imobiliarias decentes e outras incrivelmente inoperantes.
    achei afinal. dois apartamentos legais surgiram de repente no mesmo dia e tivemos que escolher. acabei comprando um com a cozinha do outro. portanto CALMA ao escolher… mas persista! tem que dar duro pra achar… vai passeando na rua e ligando pra todas as plaquinahs de aluga-se que encontrar no caminho… ahhh e existe tbm jornal.. já tentou? internet normalmente tem dados desatualizados…
    um abraço!

  4. Triste ler isso! Por que mais frustrante que você não ser bem atendido! É saber que ese mal atendimento ta interferindo na sua vida, no seu próximo passo, no seu sonho!

    Sorte Lê, não deixa isso te desanimar =)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s