Aprendendo, ou não.

Agora eu te entendo. Hoje eu sei o que é gostar um pouquinho que seja de uma pessoa e saber que ela tá pouco se fodendo com você. Eu tinha até me esquecido como era ser rejeitada. Fazia um certo tempo que não sentia nada por ninguém. A diferença entre nós dois é que amanhã eu supero isso. Eu vou acordar e perceber que o cigarro que eu fumo me proporciona muito mais prazer e dura mais que meus relacionamentos. Vou perceber que ele só me abandona quando a minha carteira me abandona também. E que, quanto a isso é possível recorrer.

Eu não quero perder meu tempo me preocupando com outra pessoa. Eu mal sei cuidar de mim. Eu sequer perco meu tempo comigo.

Eu sou o tipo de pessoa que não se importa com você. Eu não me importo com a consequência dos meus atos. Sou assim, sempre fui, e vou pagar por isso.

A lot has changed.

Hoje é Sexta feira 13. Não é uma data que me assuste nem nada. Até porque meus pais se casaram em uma sexta feira 13 e nove meses depois eu nasci. (Talvez esteja aí o motivo pra tanto azar) Muita coisa mudou desde janeiro. E desde a última vez que eu postei. (não lembro do último post, mas lembro que toda vez que eu posto eu coloco que muita coisa mudou) Acho que é até inevitável que toda hora tudo mude sempre. Apesar de eu achar que certas coisas nunca mudam, mesmo não acreditando no nunca.. Talvez na Terra do Nunca. Tá aí um lugar que eu gostaria de visitar.. Wonderland e Neverland. Lugares onde eu não teria que me preocupar com coisas fúteis e irritantes do meu dia a dia. (não que eu faça muita coisa) Quarta feira faz dois anos já.. Dois anos é muita coisa e parece tão pouco.. Pouco perto do que vem por aí. Muito se considerar quanto eu perdi. Quanto nós perdemos. Ironic. Tô começando a sentir que tudo que eu escrevo é o repeteco de todos os anos. Com pouquíssimas mudanças. E daí eu começo a cursar jornalismo.

Eu sou o jornal velho que você lê hoje.. Não tenho graça e não vejo graça em nada. Não faço sentido e sou uma notícia velha. Aproveitando as típicas frases clichês, eu sou tudo o que uma pessoa procura, a diferença é que eu chego atrasada, logo, não precisam mais.

Essa semana vi fotos do Buba.. Ele tá lindo. Nem parece o mesmo filhotinho magrelo que brincava comigo aqui em casa. Sinto falta de um filhotinho de auau. A Dara tá enorme.. Quase uma filha de verdade. Eu gosto dela e acho que ela poderia ter filhotinhos.

É sexta feira 13. Eu estou em casa. Taking Back Sunday, Disney Channel, uma garrafa de coca e nenhum cigarro pra me acompanhar.

Então qual o sentido nisso tudo???