Mulher escolhe caixão e morre atropelada dois dias depois

Uma aposentada de 76 anos morreu após ser atropelada por um motociclista nesse domingo, 30 de julho em Kaloré, uma cidade que fica a 70km de Maringá e 434km de Curitiba (pra você ter uma noção de como é longe)

O curioso nisso tudo é que dois dias antes a aposentada foi com o marido a uma funerária da cidade e escolheu um caixão azul e branco que era “a cara dela”, de acordo com o viúvo. Obviamente que ao ouvir o pedido de compra do caixão da própria mulher, o marido disse que não o faria.

Ela ainda se despediu das amigas e até mesmo da dona da funerária, pedindo que não a esquecesse.

A senhora ainda chegou a ser atendida, mas não resistiu aos ferimentos.

 

Fica a pergunta: será que dona Dionízia sabia que o fim estava próximo? Será que ela pode ter causado a própria morte?

So it goes…

Descanse em paz, dona Dionízia.

 

Matéria do G1.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s